Blog dedicado a Portuguesa Carioca!

Volte sempre para saber notícias do clube da Ilha do Governador, clube tão tradicional do futebol Carioca.

Telefone do clube 2462-3133.


sábado, 16 de junho de 2012

Portuguesa fica no empate com Sampaio Corrêa

Após três vitórias seguidas, a Portuguesa enfrentou na tarde deste sábado (16/06) o Sampaio Corrêa, no Luso Brasileiro, e empatou por 1 a 1.


O primeiro tempo não teve grandes emoções. Cada time teve apenas uma boa oportunidade de gol, ambas com seus camisas 9, Willy e Ricardo, e de cabeça.


Na etapa final, a Portuguesa partiu pra cima logo no começo e abriu o placar aos 4 minutos, com Anderson que recebeu lançamento e chutou sem chances de defesa para o goleiro Anísio.


A Lusa se empolgou e no minuto seguinte desperdiçou uma excelente chance de ampliar o marcador.


Porém, aos 22 minutos, logo após a parada técnica, o Sampaio Corrêa empatou. Rodrigo chutou, a bola explodiu na trava direita e, no rebote, Willy chutou e marcou.


O gol fez com os visitantes crescerem e pressionarem a Portuguesa, principalmente com boas jogadas de Willy e Rodrigo.


Já no final da partida, Jhonatan ainda perdeu chance clara de gol para  Lusa Carioca.


Ficha Técnica:


Portuguesa 1 x 1 Sampaio Corrêa


Data: 16/06/2012 - 15h 
Estádio Luso Brasileiro 


Gols: Anderson (POR) e Willy (SCO)


Portuguesa: 
Léo; Anderson Künzel (Jhonatan), Andrezinho, Alexandre Cavalo e Itaguaí (Michel); Taércio, Christian, Márcio Gomes (Jonatas) e Digão; Ricardo e Castro. 
Técnico: Edson Souza 


Sampaio Corrêa:
Anísio, Igor (Henrique), Talis, Léo Fumaça e Diego; Vetão (Davi), Cássio, Vitor Silva e Rômulo (Cafezinho); Rodrigo e Willy.

Técnico: Roy

Um comentário:

  1. Paulo Roberto da Silva17 de junho de 2012 08:35

    Assisti todos os jogos em casa e alguns fora e, ainda que blog não forneça a escalação do time em todos os jogos disputados, cada jogo é um time diferente que o “professor” manda a campo, com uma substituição emblemática: a entrada de um jogador com sérias dificuldades para cobrar um lateral.
    Como se repete em todo jogo, em dado momento do 2º tempo a Portuguesa declina de ocupar a faixa central do campo, largando o único atacante abandonado lá na frente e com Castro retornando para auxiliar na marcação. Maior convite para o adversário vir jogar em seu campo não há.
    O time tem condições de chegar, apesar do técnico.

    ResponderExcluir